1 de set de 2013

Revertério Origens: Os Filhos do Dandão

              Não, o Dani Sanes não entrou pro time (ainda). O título faz menção ao nome que demos a uma banda que montamos certa vez para tocar no Clube do Hermena no verão de 1997. Foi o embrião da Revertério depois da dissolução da Medieval. Embora eu esteja contando a história, não lembrava de quem partiu a ideia, mas nos comentários abaixo há mais informações. Vou contar o que lembro.
            Eu fui um mero convidado para cantar 2 músicas, e comigo éramos um total de 6 (!) membros naquela bunda, digo, banda (não resisti ao trocadilho infame). Além de mim: o Enrico Blotta tocou bateria, guitarra e depois cantou, Daniel Sanes tocou guitarra em algumas, Thiago tocou guitarra e cantou, Diogo tocou bateria depois do Enrico e o Guilherme tocou baixo e cantou, sendo o único a não sair do palco – acho que deveria ser Os Filhos do Gui o nome do grupo. Era um entra e sai do palco que ninguém entendia. Saiu Thiago entrou Dandão, saiu Enrico entrou Diogo, saiu Dandão entrou Enrico, saiu Enrico entrou Thiago e saí eu e entrou Enrico de novo! Ou algo assim, bem capaz que vou lembrar a ordem exata!
            Lembro que ensaiávamos na garagem da avó do Enrico na praia, eu mesmo só fui 2 vezes. Nunca esqueço meu nervosismo antes de subir no palco, falei com o Ico (Frederico Blotta) e ele me achou pálido. Eu disse: Sim, tô malíssimo do estômago, vou desistir! A voz pra variar, saiu rouca... 
            Estava combinado que faríamos outro show no dia seguinte no clube da Barra do Chuí, mas cancelaram e fui embora para a cidade, pois a responsabilidade me chamava no dia seguinte bem cedo na Padaria. Não é que meia hora depois de minha ida, confirmaram o show e não me acharam – épocas de bácara bácara bácara pré-celular. Teve show, mas um filho do Dandão não compareceu (mim). Pior é que ao chegar na cidade meu pais perguntaram: Por que não ficaste?
O repertório não lembro bem, gravei na mente algumas como as que cantei, claro (I Saw You Saying do Raimundos e Polícia versão Sepultura), uma do Nenhum de Nós (Obsessão), Anjo Exterminador do Chapéu de Cobra, num improviso total no final do show, o Diogo lembra bem, hehe, e a parte mais divertida que foi com o Enrico cantando Banda Eva – duas músicas! – Pequena Eva e aquela “Meu amor, me tira da solidão”, versão bem rápida, que ficou massa! 
Os guris lembraram as outras músicas e comentaram mais detalhes que me faltavam. Infelizmente não tenho fotos do show e nem a gravação em fita, que o Diogo tinha. Bem que podiam digitalizar e conseguir pra mim, hein?



COMENTÁRIOS RELEVANTES NO ANTIGO BLOG (2008):

[daniel]
Só posso falar da minha parte, que é o que eu lembro: 1) Entrei na metade do show e fiquei até o fim fazendo a segunda guitarra. Cantei (ou berrei) "Polícia", que o sr. não lembra, mas preferiu deixar pra mim pq estava cabreiro para falar os palavrões... 2) Fui o único a beber antes do show, para infelicidade dos demais integrantes da banda. 3) Apesar de todos acharem legal, acredito que foi um excesso termos tocado duas da banda Eva. Uma só já era desnecessário, imagina duas... Analisando hoje, acho que o repertório foi meio apelativo. 4) Depois me acham estressado! Quem, em sã consciência, concederia seu ridículo apelido ao nome de uma banda - mesmo que ela tenha durado dois dias, era eu que passava vergonha...



[thiago]
Desculpa Dandão, tem também as que tocaste: Meu Erro(Paralamas) com a guitarra desafinadaça e Your Love (the Outfield).


[thiago] 
Pra variar, eu salvando a pátria. Tenho o show da barra digitalizado (6 pila por música-hehehe). A gravação do Hermena tava muito ruim. O Ico gostou do som, mas nós não escutávamos nada lá em cima. Teve também Born to be Wild (Steppenwolf), Ideologia (Cazuza), À Francesa (Marina), Bichos Escrotos (Titãs), Basket Case (Green Day) e Dores do Mundo (Jota Quest). Pelo menos são essas que tenho.

[Diogo] 
Bom vou tentar te enriquecer com mais detalhes o meu primeiro show. Na verdade, creio eu, a banda não era para ser assim. Havia pouco tempo que comprara a bateria, daí talvez os guris pra não fazer som só na minha bateria sem minha presença, me convidaram pra tocar algumas músicas (vulgo METADE do show! hahahaha). O show foi muito legal e a repercussão também. Já o da Barra eu não curti muito, pois me senti "muito na pressão" pelo fato do banco da bateria estar a 5cm da beirada do palco que ficava em cima da PISCINA, com fios elétricos passando por cima dela... Outra que toquei na bateria do Luís Fernando Santiago (UI!). Quanto às músicas, foram várias, mas só cito a (censurado) do Anjo Exterminador, do Zorro... Como é que os guris inventam de colocar uma música daquelas e DESCONHECIDÍSSIMA como BIS??? HAHAHAHA Claro que eu não sabia e nem queria tocá-la, mas toquei de qualquer maneira (tosca)... Tenho a fita, mas nada de digitalização ainda... ABRAÇÃO!
 
[Cassius]
Tenho dúvidas sobre ser desconhecidíssima a música em questão. Embora sejamos praticamente da mesma geração, pela posição estratégica da padaria eu já havia presenciado shows do Chapéu de Cobra no centro há muitos anos e na praia também, por isso acho que muita gente conhecia a canção.Teu cachê deveria ser melhor pela periculosidade. P.S.: Nunca ganhamos dinheiro com shows da Revertério. Daquele show dos Filhos do Dandão veio meu único cachê até hoje: R$6,00 - em cheque. HAHAEHEHHIHIHUHUHHOHO. 3 PILA POR CANÇÃO. O Show de estreia da Revertério no Pizza Blue tocamos 25!! 75 pau se tivessem pagado! OK, 73,50 por causa de Stand, do Borp's!huhihhhohhoehhoah

[Diogo] 
Ah, mais um RICO DETALHE! Todos que foram chamados tiveram seus nomes pronunciados, exceto eu, que na hora de ir tocar, o Gui fala: agora, o irmão do Dandão!!!! (naquele momento percebi que meus pais não haviam me registrado com nome algum...) ahuihaehhaeiuhuaiehui


[Rato] 
Não tava no Hermena, mas lembro que fui no show no Beira-Mar mas lá não houve tanto entra e sai do palco até pela tua falta, tava massa e as músicas que mais lembro são as da Banda Eva cantadas pelo Enrico, tava tentando lembrar mesmo em que ano foi isso (96 ou 97) mas não consegui saber, o certo eh que faz tempo mesmo, idosos...

[Ico]
Kacius, não me lembro que te achei pálido mas aquele show no clube do Hermena foi muito bom e vocês tocaram muito bem, lembro que o som estava perfeito para quem estava lá embaixo (coisa rara em Sta Vitória). E realmente as versões para a banda Eva ficaram muito boas. Abraços. Ico.



Um comentário:

Guilherme Azambuja disse...

Não acredito que eu fiz isso, não chamei o diogo pelo nome? Que mentira.