12 de dez de 2011

Sabedoria (?) do Homer

Frases ditas por Homer nos episódios dos Simpsons:



"Você pode ter todo o dinheiro do mundo, mas há algo que jamais poderá comprar: um dinossauro!"

(No museu) "Bom, esse quadro realmente mostra aquilo que parece ser."

"Ora, Marge, se deus não quisesse que a gente comesse na igreja, não teria colocado a gula como pecado."

(Para o padre) "Eu sei que eu não tenho sido um bom cristão, geralmente quando você está no seu bla bla bla eu estou desenhando ou despindo mentalmente as paroquianas, mas me empresta U$40,000?"

"Por que eu tive que nascer pai?"

"Olha aqui seu robô idiota ninguém acaba com as férias da minha família...... só eu, ou talvez meu garoto."

"Ele já sabe como gosto do meu DRINK.... Com muito álcool!"

"Álcool... A causa e solução de todos os problemas."

"Cala a boca Pensamento, ou te enfio uma faca."

Marge: “Podemos ter outro bebê?” Homer: “Não! Ainda não perdi o peso que ganhei com o último."

"Deus, se quiseres que eu coma as oferendas não se manifeste de nenhuma maneira... ...Tua vontade será feita."

"Se alguma coisa está difícil de ser feita, é porque não é para ser feita"

(No Brasil dentro de um táxi abordado por um sequestrador) “- Isso aqui é um sequestro!” “-Então eu não preciso pagar a corrida? Iahhuuuu!!!"

"É melhor ver coisas do que fazer coisas."

"A iniciativa é o primeiro passo para o fracasso"

"Existem três frases curtas que levarão sua vida adiante: 'Não diga que fui eu!', 'Oh, boa idéia chefe!' e 'Já estava assim quando cheguei.'"

"As respostas para todos os problemas da vida não estão no fundo de uma garrafa... estão na TV!"

"Por favor, não me coma! Eu tenho mulher e filhos. Coma eles!"

Homer: "Certo cérebro, eu não gosto de você e nem você de mim então faça tudo certo pelo menos uma vez para que eu possa continuar te matando com cerveja, certo?" Cérebro: "Negócio fechado!"

Lisa: "Pai, você matou o zumbi Flanders!!!" Homer: "Ele era um zumbi?!"

28 de nov de 2011

Filmes B & ESCATOLÓGICOS - relembrando

Pena que não assisti muito ao cine trash na Band, para lembrar de mais alguns filmes e mencioná-los aqui. Alguns dos piores filmes que consegui ver até o fim e lembro são: Drácula 3000 (Não Vejam!), Street Fighter e Soldado Universal – O Retorno. E quem se lembra da capa do filme A Ilha dos Homens-Peixe na locadora 2001 com umas roupas de monstro de borracha? Ou da capa de Ratboy (o verdadeiro cara-de-rato – xííí)? 



 
Vale a pena clicar no blog do Leandro aí ao lado e digitar Rato Humano na procura. Ele conta que foi o primeiro a locar o filme que estava há um ano na locadora, e colocou um link para uma crítica ao filme, que quase loquei em SVP. 
Os leitores devem ter suas listas particulares também, mas aposto que vocês dirão ao final deste post: E ainda chamam de trash os filmes do Zé do Caixão e Fome Animal.
Digo isso porque encontrei em casa uma revista SET de 1990 ou 1991, não sei ao certo, a revista não contém expediente. Nela há uma reportagem de Marcel Plasse sobre filmes B, que me fez conhecer o nome de algumas pérolas das quais nem fazia idéia, como Mom And Dad, descrito como “o único filme educativo sobre higiene sexual do mundo”, The She Demons, onde belas dançarinas transformadas por nazistas em monstros se vestiam com biquínis feitos de pele. Imaginem!
O Leandro me falou do filme Ed Wood, sobre a vida do diretor de Plano 9 do Espaço Sideral, que clama para si o título de pior filme de todos os tempos. Na revista diz que ele se vestia de mulher e dirigiu um filme sobre sua condição: Glen or Glenda.
Descobri que Roger Corman, que dirigiu o filme do Quarteto Fantástico de 1994 proibido pela Marvel de ser exibido por ser muito ruim, fazia filmes com restos de cenários e de película de outros filmes. Ele fez adaptações de Edgar Allan Poe, e com o sucesso, o dono da produtora resolveu creditar como adaptações de Poe obras inspiradas em Julio Verne e H.P. Lovecraft.
           No fim da década de 50 começou a moda de filmes na praia. Os diretores de filme de horror entraram no rolo e inventaram esses absurdos: Ghost In The Invisible Bikini e Dr. Goldfoot and the Bikini Machine, onde o Doutor pretendia dominar o mundo com robôs de biquíni.



E alguém acredita que existe um filme denominado Drácula no mundo da minissaia? E outro chamado Kiss Me Quick, sobre sexologistas aliens interessados na vida sexual do monstro Frankenstein!!
Na reportagem constava que com Blood Fest, de 1963, Hershell Gordon, vindo do cinema pornô, iniciou o gênero gore (sanguinolento), com garotas desmembradas violentamente. Dessa safra também vieram Noite dos Mortos Vivos e O Massacre da Serra Elétrica, inspirado no canibal necrófilo Ed Gein. Surgiram na década de 70 diretores com filmes que misturaram sexo com doenças, um deles lembro que tinha numa locadora, não sei se em SVP ou Rio Grande: Enraivecida – Na fúria do sexo.
Claro que foi citado o Ataque dos Tomates Assassinos e outros títulos absurdos de um diretor chamado Ray Dennis Steckler: The Incredibly Strange Creatures Who Stopped Living And Became Mixed-Up Zombies (algo como "As incrivelmente estranhas criaturas que pararam de viver e se tornaram zumbis mesclados") que virou musical com o nome de Teenage Psycho Meets Blood Mary (algo como "Psicopata adolescente encontra Mary Sangrenta") e outros intraduzíveis como Rat Pfink a Boo Boo e Lemon Groove Kids Meet the Monsters.



Pô, depois dessa vou tocar meu projeto com meu irmão Julian, entitulado "A volta dos dinossauros lobisomens mortos-vivos do noroeste do planeta X azuis e amarelos pegando fogo versus Leõezinhos com buzinas no rosto 2".
[Antes de continuar gostaria de falar que nunca gostei de piadas escatológicas, bem como cenas em filmes – de comédia ou não – relacionadas a peidos, cocô e apelações deste timbre. Sei que no desenho South Park um personagem é um cocô, eu tinha uma aluna com um caderno com ele na capa e nem sabia o que era, e eu contei, hehe. Não acho nada de poético também utilizar palavras relacionadas a isso em músicas, poemas e textos em geral. Acho que escritores da geração Beat faziam isso. Gui e Dani me corrijam se eu estiver errado. Os extremamente fracos de estômago não devem ler o restante deste post, mas tenho certeza que não é o caso de vocês.]
Mas nada chamou tanto minha atenção na reportagem como a menção ao filme Pink Flamingos, de John Waters, que “em sua opção pelo grotesco, o mau-gosto e o doentio”, como diz na revista, fez um filme onde um travesti gordo chamado Divine, na cena final da película, sem cortes, come o dejeto recém defecado de um cachorro e lambe os beiços. Simplesmente pavoroso!
No Orkut há comunidades de adoradores deste filme, e numa delas li que a história do filme é sobre Divine e sua família de degenerados lutando pelo título de pessoas mais imundas do planeta. Mencionam uma cena de sexo oral entre uma mãe e um filho e outra com um close num ânus sei lá de quem. Jack Ass é fichinha, dizem!
Pra quem tiver coragem, é só procurar Pink Flamingos no Youtube. Eu vi a cena do cachorro e é real (e revoltante).


       Este texto havia sido postado em 2008 no antigo blog. Seguem os comentários:

[Leandro] [aldreon@bol.com.br] O Soldado Universal - O Retorno é mesmo ridículo, assim como o Street Fighter. Comprei o FOME ANIMAL na banca por 11,90 ano passado, e considero ele um clássico, não um filme B. Depois vou comentar sobre ele com mais detalhes no meu blog. Tens que ver o ED WOOD, pois ele conta com perfeição a carreira do diretor, que se achava o máximo, se comparava a Orson Welles, e nem percebia as tosqueiras que fazia. Na verdade, ele achou que "Plano 9"(filme que é considerado o pior da história) ficou bom. Dos outros filmes que citaste eu gosto muito do "A Noite dos Mortos-Vivos". Outro filme bem tosco é o da Liga da Justiça, que deve ser o equivalente da DC ao Quarteto do Roger Corman. Não conhecia este filme Pink Flamingos. Quase todas as comédias sem imaginação da atualidade apelam para a escatologia, até mesmo American Pie 3(uma produção grande), em que o Stifler é forçado a comer o "dejeto recém defecado de um cachorro".


{Rapsódias} Esqueci de mencionar o Liga da Justiça da América, que passou no SBT e Geração X, que mostra os jovens X-Men sendo treinados. São muito ruins! 

[Pandolfo] Com certeza!!! também compartilho a idéia de que FOME ANIMAL é um clássico, vi duas vezes, sendo que uma delas passou pela parte da tarde na BAND e vi junto com o Daniel e o Diogo. Nunca vi tanto sangue num filme e espero comentários detalhados sobre o "Macaco Ratus da ilha de Sumatra" hehehe.

[Rapsódias] E aquele Distorcido no Inferno que vocês viram com o duende Rumpletintskin?

[Pandolfo.] Vimos no porre, sem ter o que fazer! foi massa e pior eram aquelas frases clichês quando o anão grotesco dirigia uma carreta na estrada e falava mais ou menos assim: "uma estrada", "uma carreta", "um belo dia para se matar pessoas", era simplesmente ridículo e rimos do começo ao fim.


[thiago] [thiagomerg@gmail.com] Destes, vi poucos, mas devo deixar minha contribuição: NÃO VEJAM "BLAIR'S BITCH"!!! que nem baseado na bruxa de Blair ele é. Forçando muito, consegui assistir 10 min daquela bosta.

[Rato] [www.blogdorato.blogueiros.net] Vi poucos filmes do Cinetrash na Band , mas lembro dos Tomates Assassinos ( efeitos especiais fenomenais). Um classico que é trash mas é muito bom e talvez vocês conheçam, é " A bolha assassina ( the blob) " filmado nos anos 50 que eu vi a primeira vez em uma matiné num domingo a tarde com o Justino no Cine Theatro Independencia em SVP hehe, tem a versão nova, mas ainda não vi e deve ser péssima. Quanto ao distorcido no inferno o filme é muito tosco, mas no trago qualquer duende deformado falando besteira e matando as pessoas é massa.

[daniel] [www.mondorock.zip.net] Lá vou eu nas minhas enumerações: 1) a geração beat não é exatamente escatológica; apenas não se priva de usar palavras como "cagar" quando necessário. Mais escatológico é o Bukowski, que mesmo assim tem um estilo pra fazer isso. Ele próprio é escatológico! 2) Vi o trecho de Pink Flamingos, mas não fiquei tão enojado assim, pois achei que a cena ficou meio disfarçada. Não consegui me convencer de que não foi editada. Mesmo assim, quero muito ver esse filme, pois tem todo jeito de ser ridículo! E eu adoro filmes ridículos. 3) Pode até ser ruim a sugestão do Thiago, mas o nome é sugestivo. Blair's Bitch: será filme pornô? 4) Muitos filmes toscos são obras-primas, embora os críticos e o público em geral torçam o nariz para eles. Os de George Romero, autor da seqüencia dos Mortos Vivos, são excelentes! 5) Ainda não vi Ratboy, que vergonha... 6) Fome Animal por 12 pila? ONDE? ONDE? 7) Saudades do Cine Trash...

[Leandro] Comprei o Fome Animal numa banca de revistas aqui em Rio Grande. É difícil de achar, mas de vez em quando aparece alguma coisa boa na prateleira. Também na banca comprei "A Bruxa de Blair", junto com uma revistinha chamada "Dark Side", que fala de outros dois filmes "trash": O Circo dos Vampiros e Freaks, que segundo a matéria tinha no elenco aberrações humanas verdadeiras para contar a história de um circo repleto de deformidades.

[Rapsódias] Leandro procura no blog do Dani (Mondo Rosck) o post sobre um festival de filmes onde passou Freaks e o Daniel comentou.


[Rapsódias] Retificando: Mondo Rock! E Dani eu me convenci da cena porque o travesti tenta fazer cara de que está gostando e sorrir pra câmera mas nota-se que come com nojo, além disso, não subestimo a cpacidade ao grotesco do ser humano e a tosquice dos diretores!Mas respeito tua opinião e tua dúvida (totalmente errôneas, hehe)

24 de nov de 2011

Pato é pato

Você sabia que a palavra DUCK, em Inglês, significa MARRECO?



PATO, em Inglês, corretamente, é MUSCOVY DUCK, pois é uma espécie diferente!

Os dicionários de Inglês, desde o princípio, estão equivocados, assim como a tradução e adaptação para os nomes de personagens Disney! O PATO DONALD não é pato! Nem o Patolino! Eles são MARRECOS!


OBS.:Tudo bem, sei que agora é consenso e não vou convencer ninguém a mudar os dicionários ou o senso comum.

Aí vocês perguntam: qual a diferença?

Marreco (nome científico Ana Boschas) é esse aí da foto acima, todo empenado, inclusive no rosto. Existem vários subtipos como marrecão do banhado, mas refiro-me aos marrecos caseiros. Eles andam mais eretos e podem ter topete (uma bola de pena sobre a cabeça) ou não. Se for todo branco, é o Marreco de Pequim, originário adivinha de onde? 


Se for  colorido é o Marreco Mallard, originário do Canadá e Europa:preto esverdeado com branco=macho. Marrom ou mesclado=fêmea. Há ainda outras características que não comentarei.

O Pato caseiro (Cairina Moschata) tem aquelas "carnes", chamadas carúnculas, na volta dos olhos. Ele caminha com o corpo mais rasteiro e balança a cabeça para trás e para frente. Também existem subtipos, mas não conheço muito.
Casa de Pato - Sonho de consumo de qualquer pessoa...

Como vocês conseguiram viver até hoje sem saber disso?

Cena do filme Howard - O Super-herói

21 de nov de 2011

Chuck Norris? Pffft...

    Gosto das piadinhas da net sobre o Chuck Norris, mas proponho uma nova série.




  


    Depois de assistir neste fim de semana o filme Aliens - O Resgate, segundo da série, nem me falem em Chuck Norris, pois MACHO MESMO É A ELLEN RIPLEY (personagem de Sigourney Weaver), pois retornar sozinha ao covil repleto de criaturas assassinas pra resgatar a menininha (que nem era parente dela) cuja probabilidade de estar viva era muito remota e ainda encarar a rainha-mãe da colméia? Eu fora!







Ripley - mais macho que todos nós juntos
   




Vai encarar?

13 de nov de 2011

Pra quem perdeu...

A VI Feira de Incentivo À Leitura: pra saber mais, acessem www.gibiblioteca.blogspot.com.




Só pra comparar...



     Semana que vem fotos com a turma da Mônica, hehe, mas lá no outro blog...

6 de nov de 2011

Jewel

      Lembro quando o videclipe da música "You Were Meant For Me" estava no Disk MTV em 1995. Era apenas uma baladinha de uma cantora de rostinho bonito Country/Pop que depois desapareceu.
       Anos depois o amigo Cristiano me mostrou o CD "Pieces Of You" e eu ouvi com atenção e acompanhei as letras e fiquei fascinado. Além de linda (mais do que no vídeo), a  loirinha tinha um talento incrível para compor, as letras eram bem interessantes e sensíveis.




       Tudo bem, não dava pra ouvir o álbum inteiro e não dormir, era muito, mas muito calmo. A mais agitada era a tal balada do clipe. Mas além das letras das canções, o encarte trazia também poemas dela, e sabendo um pouquinho de inglês, pude constatar que eram geniais. O CD acabei trocando por um livro meio que contra minha vontade, mas eu acabei gostando, porém meu irmão emprestou para uma amiga que nunca mais devolveu.
       Das músicas, destacam-se as românticas e melancólicas Don't, Morning Song e Near You Always, que trazem na letra imagens do cotidiano do casal, que obviamente dvem ser das experiências dela, muito simples e bem executadas pela própria Jewel, algumas sozinha com o violão.
       Outras duas ótimas são Who Will Save Your Soul e a Pieces Of You, que trazem mensagens de vida e sobre preconceito, respectivamente. Vejam um trecho desta última:


"Ela é uma garota linda, ela te faz ter pensamentos sujos?
Ela é uma garota linda, você quer amarrá-la?
Ela é uma garota linda, você a chama de vagabunda?
Ela é uma garota linda, ela dormiu com sua cidade inteira?

Garota linda, garota linda,
Você a odeia porque ela tem partes de você?

Você diz que ele é um viado, isso faz você querer machucá-lo?
Você diz que ele é um viado, você quer chutar seus miolos?
Você diz que ele é um viado, ele te deixa com náuseas?
Você diz que ele é um viado, você tem medo que seja exatamente o mesmo?

Viado, viado, você o odeia porque ele tem partes
de você?"


Frase na capa:  O que chamamos natureza humana é na verdade um hábito humano (mensagem de que damos muitas desculpas para não sermos melhores)



     Mas a melhor de todas, pra mim é a mais melancólica, pois a letra é muito legal com as coisas do cotidiano novamente e a voz dela se destaca, acompanhada por um triste piano numa melodia suave, mas de arrepiar: Foolish Games.

    Tem dois vídeos no Youtube desta canção, uma ao vivo e outra num clipe bem produzido, embora a versão da música seja um pouquinho diferente da versão original, apenas com alguns instrumentos a mais.
   Dica, mostrem para suas namoradas, elas deverão gostar, é bem bonito.


http://www.youtube.com/watch?v=UNoouLa7uxA&ob=av3e

29 de out de 2011

Quem teve?


           Quem de vocês já teve estes álbuns de figurinhas?


 
Com aviões e máquinas militares


                 Estes eram muito legais, sobre animais, inclusive com animais extintos, como Dodô e Antílope Azul:

      



     Este trazia a origem da Turma da Mônica:




    Este de Surf tenho até hoje, claro que incompleto, nunca completei um álbum.

  
         Este era muito massa, da novela Que Rei Sou Eu? - com fotos e caricaturas dos atores:




E este era o álbum de plástico da Elma Chips da Copa 90:
















    E aqueles que o cara tinha que encomendar pra colar os cartões do Chocolate Surpresa?





Bá e aquele do Jaspion muito tosco de tão pirata, que trazia figuras das Chiquititas, Carrossel, Marvel, tudo misturado, e quem completava certas figuras ganhava prêmios como um jogo de caipirinha, etc? Haha, eu comprava na Tabacaria Mickey...

Nem sei se era esse, acho que não.


  
               E aí, lembram?

27 de out de 2011

Livros do 1berto

     Pra quem é fã dos Engenheiros do Hawaii e do Humberto Gessinger, duas ótimas pedidas, os livros Pra Ser Sincero e Mapas do Acaso, onde o músico e compositor conta histórias da banda, publoica textos antigos, conta a origem de algumas músicas e brinca muito com as palavras, sempre num clima informal e nada objetivo.




     Gosto de usar algumas de suas músicas nas minhas aulas, e estou sempre descobrindo mais e mais citações denstro de suas letras, muita intertextualidade, tecnicamente falando. Um exemplo é a letra da música Descendo a Serra, que diz: O Céu não seria rima/nem seria solução, parafraseando carlos Drummond de Andrade, e também os versos: Um dia de cão/Um mês de cães danados, citando o títulode  um livro de Moacyr Scliar.

     Fora outras que vamos descobrindo durante a leitura, muitas passagens interessantes e outras banais, assim como nosos próprios pensamentos.

     No fim de semana vou colocar aqui uma citação fantástica que li no Mapas do Acaso, já que no momenro não estou com eles em mãos. 

     Valeu Goia pelo empréstimo, que inveja desses exemplares autografados!

18 de out de 2011

1995

Eia, eu era feliz e não sabia!


Xí...
Ahn?
Ahhh...


 Tá eu sempre fui pra baixo, mas ohando em retrospectiva, pelo menos era mais magro, hehe.

E este blusão clássico durou uns 6 anos.

17 de out de 2011

Verdades Universais


  • Tamanho não é documento e dinheiro não traz felicidade. (Autor  desconhecido, pobre e de pinto pequeno).

  • Nunca fiz amigos bebendo leite.

  • Comer puta é igual Bungee Jump: a emoção é grande, mas se estourar a  borracha você tá fudido!!!

  • Acho que estou com anorexia: Não estou comendo ninguém!

  • Velho é aquele que quando jovem costumava ter quatro membros flexíveis e um duro. Agora tem quatro duros e um flexível.

  • Status é comprar uma coisa que você não quer, com um dinheiro que você não tem, para mostrar pra gente que você não gosta, que você é uma pessoa que você não é.

  • Quem trabalha muito, erra muito. Quem trabalha pouco, erra pouco. Quem não trabalha não erra. E quem não erra... é promovido.

  • Sabe o que o argentino tem mais que o brasileiro? Tem mais é que se fuder!

  • Eu li que fumar fazia mal, então parei de fumar...Li que beber fazia mal, então parei de beber... Li que comer gordura fazia mal, então parei de comer... Li que sexo fazia mal, então parei de LER!!

  • Um cigarro encurta a vida em 2 minutos... Uma garrafa de álcool encurta a vida em 4 minutos... Um dia de trabalho encurta a vida em 8 horas.

  • Quem enxerga mais longe é o ginecologista... porque enxerga lá na casa do caralho!

  • Se caminhar fosse bom para a saúde o carteiro seria imortal.

  • Se você é capaz de sorrir quanto tudo deu errado, é porque já descobriu em quem pôr a culpa.

  • 90% do meu dinheiro eu gasto com bebida. Os outros 10% são do garçom.

  • Duro mesmo é quando.... você é um gêmeo Siamês. Seu irmão, colado no seu ombro, é gay. Você não é.. Ele tem um encontro esta noite. E vocês, só têm uma bunda.

  • Galileu, quando afirmou que o mundo girava ele simplesmente afirmou o que nós bêbados já sabíamos.

  • Crianças no banco dianteiro podem causar acidentes... Acidentes no banco traseiro podem causar crianças.

  • Se não puder ajudar, atrapalhe, afinal o importante é participar.

  • Errar é humano. Colocar a culpa em alguém é estratégico.

  •  Sexo é como truco, Se você não tem um bom parceiro, é melhor que tenha uma boa mão...

  • Se o horário oficial é o de Brasília, por que a gente tem que trabalhar na segunda e na sexta?

  • Errar é humano, persistir no erro é americano,acertar no alvo é muçulmano.

  • Roubar idéias de uma pessoa é plágio... Roubar de várias, é Monografia.

  • Não há melhor momento do que hoje para deixar para amanhã o que você não vai fazer nunca.

  • Todos os cogumelos são comestíveis... porém alguns só uma vez.

  • Filho é igual peido: você só agüenta o seu... e olhe lá!

12 de out de 2011

José Vasconcellos

Ontem dia 11/10/11 morreu aos 85 anos o humorista José Vasconcellos, que interpretava um dos mais marcantes personagens da televisão brasileira: Ruy Barbosa Sá Silva, o gago da Escolinha do Professor Raimundo.

Eu pessoalmente sempre lamentei os episódios em que ele não aparecia. Assim como Costinha, esses senhores sempre me lembram meus avôs, piadistas e palhaços, com uma inocência que encanta todas as idades.




Considerado o pai do stand up, tão na moda, ele fazia seus shows solo há anos.

Era muito engraçado, mas o tempo implacável o levou... fica a saudade e espero encontrar vídeos dele no youtube e ver especiais na tv semana que vem. Só não queria ver aqueles humoristas menores imitando seus personagens, pois ele era inimitável, assim como outros.
Inspirem-se, homenageiem, mas não tentem ser como ele. O esforço será em vão!

11 de out de 2011

Mais filmes de heróis

     Tá, eu sei que muita gente deve estar cansada do estilo, mas é que os quadrinhos tem muitos personagens interessantes que devem ser adaptados.
    Aparecem alguns bem ruins no caminho e outros bem fracos, como Lanterna Verde e Solomon Kane, mas a tendência é melhorar.

    O maior sonho dos fãs da Marvel está se concretizando, já acabaram as filmagens de Os Vingadores, inclusive saiu o primeiro trailer hoje, com direito a Thor brigando com Capitão América, presença de  Hulk e Homem de Ferro e outros, e também está sendo filmado um novo do Superman (desta vez sem sunga pra fora da calça).



Aí gurizada hoje fui trabalhar de ressaca - cervejinha com o Pandolfo no aniversário do Julian (desde junho no I Encontro dos Frustrados nao fazia uma dessas, hehe).

6 de out de 2011

V de Vingança

      Republicando e alterando a primeira postagem do blog original, lá de 2007.

     O filme é um pouco longo demais, mas é muito bom. Baseado numa série de quadrinhos que ainda não li, me imnpressionou com sua visão política radical, mas atual se considerarmos a massa sem vontade própria que habita este país. E nem falo só em política, mas no sistema e mídia em geral. Ninguém pensa ou escolhe muito o que ver, apenas engolem o que é enfiado nas mentes via televisão e rádio.
     Com a ineternet isso poderia mudar, mas as pessoas só ficam alienadas em fazendinhas de orkut ou facebook. Nada contra redes sociais, mas prezo pelo bom uso dos recursos. O Brasil tem uma democracia recente (cerca de 25 anos), mas a grande maioria ainda não desenvolveu a mentalidade de tomar decisões importantes e cobrar das autoridades seu direito. O "jeitinho brasileiro" e o desejo de querer levar vantagem em tudo prevalecem. Como cantou Gabriel O Pensador na música " E Você?", de seu primeiro disco, em 1993:  
"A miséria é permanente desde que os primeiros portugueses chegaram aqui
As deficiências dessa sociedade tão aqui desde cedo:
Fome Corrupção Desigualdade Povo covarde Desemprego..."

e mais:

"Seria bom se tudo fosse um sonho e quando eu acordasse estivesse tudo lindo e pronto
Mas isso nós não merecemos porque só vivemos dormindo no ponto."

    Interessante: uma fala do filme que dá título a este post. A tradução é adaptada por mim das legendas do DVD, pra ficar mais VErídica:

    "Veja lá! Um humilde veterano do teatro de variedades, escalado vicariamente como vítima e vilão pelas vicissitudes do destino.
Esta visão, não é mera prova de vaidade, é vestígio da vox populi, hoje vazia, esvanecida.

No entanto, esta válida visitação a um valor envelhecido permanece vívida, e devotou-se a varrer esses vermes venais e virulentos da vanguarda do vício e a viciosa e voraz violação da vontade.

O único veredicto é a vingança, uma vendeta, mantida como voto, não em vão, por seu valor e veracidade, que um dia vingará os vigilantes e os virtuosos.

Em verdade, esta virtuosa verbosidade foi deveras vociferante.
Pois deixe-me simplesmente adicionar que é muita honra para mim conhecê-la, e você pode me chamar de V".