26 de abr de 2015

DESEJO NOTURNO – parte 9


             Volto a falar da discografia da banda finlandesa Nightwish. 



            Depois do álbum Once, veio a coletânea Highest Hopes (algo como “As Mais Altas Esperanças”), com uma versão ao vivo de “Higher Than Hope” – daí o trocadilho no título do álbum – do Pink Floyd, e uma nova versão para o single Sleeping Sun, com voz menos lírica da vocalista e um videoclipe com superprodução, com Tarja lindíssima caminhando por um campo de batalha das famosas cruzadas medievais. Os outros integrantes fazem o papel de guerreiros feridos em combate.
 photo snapshot20090301020151.jpg 
         E então, com um lançamento simultâneo em CD e DVD, foi anunciado End Of An Era (Fim de Uma Era), um show na Finlândia da turnê do disco Once. O registro, lançado meses depois, é muito bom, apenas peca em trazer apenas músicas dos últimos discos e nenhuma dos primeiros.

http://www.deadonetrading.com/cms/modules/recordings/public/images/video/Nightwish_xxxx-xx-xx__cover_1290886844.jpg

        Mas ninguém esperava que na manhã seguinte ao show, Tuomas Holopainen, tecladista, compositor e líder intelectual da banda viria a público com uma carta aberta explicando as razões de expulsar a vocalista. Ela teria recebido a carta nos camarins após o término do show e da gravação, com instruções do próprio Tuomas para abrir somente em casa.
       Choque total na comunidade roqueira!
       Pobre Tarja, além de ser demitida de surpresa, a carta foi exposta a todos, numa atitude que meio que a deixava sem defesa nem argumentos. Sinceramente Tuomas pegou pesado.     
      Não vou colocar trechos da carta, os interessados devem ter lido ela em 2005. Mas lembro de uma passagem particular que falava da presença incômoda para os membros da banda do marido (argentino) de Tarja durante as turnês. As “incompatibilidades culturais” mencionava Tuomas. Embora nórdicos e latinos tenham realmente um universo cultural de distância, eles se casaram, fazer o quê, Tuomas? A mulher do frio, extremamente solitária viajando meses com metaleiros bêbados encontrou conforto, calor e companhia nos braços do cara!
       Quer saber? Tá na hora de falar de minha teoria que apenas pincelei em postagens antigas ao comentar certos versos de Tuomas nas canções da banda. O tecladista e compositor era sim apaixonado pela Tarja!
      Pô, o cara foi colega de escola, é coisa antiga! Ele chamou ela pra participar de um projeto acústico e acabaram fazendo sucesso juntos! Ela foi se produzindo, ficando mais e mais bonita. Tuomas sempre revelou que os nórdicos, e ele principalmente, têm dificuldade de demonstrar seus sentimentos. Ele escrevia as canções pra ela cantar e eram realmente canções e poemas para ela. Será que a frieza dessa gente nunca permitiu que ela percebesse ou que ele se declarasse?


Tuomas não atravessou a friendzone!!

        Pobre Tuomas se eu estiver certo! Anos e anos com isso dentro dele saindo apenas em forma de poesia e música (pra nossa sorte). E com o casamento então? Ele deve ter morrido vendo que perdeu tempo demais (quem não passou por isso? Eu sou um!) e que ela acabou escolhendo alguém ainda tão diferente dele, mostrando que ele não tinha aquilo que ela procurava, ou seja as “altas esperanças” de chances caíam de zero para negativo. Sua vingança veio na forma de demissão, e ainda com o apoio dos colegas, não sei se amigos, que podem muito bem ter aconselhado o fim do sofrimento!
      As letras do próximo disco, já com a nova vocalista, trariam mais elementos para reforçar minha tese! 

       

23 de abr de 2015

Novamente em um Show do Kiss!!!

    18 de Abril de 2015 - Montevideo, Uruguay.
   
    Desta vez não tão de perto, fui de novo, dezesseis anos e três dias depois, assistir um show do Kiss! Quando se fala desta banda, a palavra SHOW ganha um novo sentido, pois não é apenas uma apresentação de músicos. A base é sim o rock e os hits da banda, mas o palco, a cortina gigantesca com o nome da banda, as luzes, os feixes de laser verde, fumaça e papel picado jogado como confete, as explosões, os fogos de artifício, o fogo lançado ao lado do palco, isso tudo ajuda a empolgar os fãs! 
   E tem mais: maquiagens e roupas que parecem de super-heróis. Um baixista (Gene Simmons) que canta furiosamente, demoníaco com sua língua inquieta, que cospe fogo numa espada, voa para um palco acima da estrutura e cospe sangue (fajuto), e isso com seu instrumento em forma de machado. Uma guitarra (de Tommy Thayer) que dispara rojões. Uma bateria (de Eric Singer, que também canta) com luzes que se eleva muito alto. E finalmente um vocalista/guitarrista (Paul Stanley) que conversa, elogia, brinca, atravessa a multidão pendurado num suporte por um cabo até um minipalco no meio dos fãs, e dança o tempo todo.

      QUE OUTRA BANDA TE OFERECE ISSO?
      
    Um baita espetáculo. Pena que nosso heróis envelhecem e se lançam além dos limites, e a maratona de shows em que há dias vêm tocando - dia sim, dia não - em Colômbia, Equador, Chile, Argentina e Uruguai deixou Paul Stanley, embora em ótima forma física, visivelmente cansado em Montevideo, principalmente a voz, já não tão poderosa, sem conseguir gritar e emitir agudos. E acredito que um fator que desmotivou também foi ver o Parque Central, casa do time de futebol Nacional, do Uruguai, um estádio bem pequeno, com pouco público, talvez nem um terço da capacidade. 
     Gene Simmons sim, matou  a pau!


     E com as divisórias de áreas vip então, enormes vazios apareciam no campo e nas arquibancadas, onde eu estava. Mas fizeram seu melhor, o rock pesado e divertido não faltou! Só espero que não queimem o filme com esses últimos shows - eles merecem mais - e melhorem para os 5 shows no Brasil que ainda faltam na turnê (Florianópolis foi ontem, ainda não li uma crítica). Mesmo assim valeu!   KISS FOREVER

Com amigos aguardando o show!





Lembranças: Ingresso, adesivo, papel picado jogado no final do show, cd - ainda comprei camiseta da turnê e um quadro/pôster! Adeus, banda mais quente do mundo, valeu! Porque possivelmente nunca mais eu vá vê-los ao vivo!

 E ainda: descobri que existem vídeos do show de 99, e fotos e reportagens em sites ainda ativos na net:



Ingresso de 99 - por 20 reais!!!!!!!!!!!
http://emiliopacheco.blogspot.com.br/2009/04/ha-dez-anos-kiss-em-porto-alegre.html

http://whiplash.net/materias/shows/000804-kiss.html